telefone

 

       

 

      

           

Ao contrário dos mitos gregos e dos heróis das mil e uma noites, não foram precisas gerações e gerações de devotos para que Sherlock Holmes alcançasse a imortalidade, bastou-lhe uma mancheia de anos de gestação e mais alguns de traduções que o puseram a dizer "Elementar" e "o jogo já começou" em todas as linguas do mundo. Como o teatro, a rádio, o cinema e a televisão se apropriaram de Holmes e lhe emprestaram toda a sua força de grandes meios de difusão e popularidade do Heroi atingiu proporções de vedetismo. Hoje, ainda seu nome de Sherlock serve para identificar qualquer outro detective, real ou fictício, que se revele minimamente vocacionado, ser um "Sherlock Holmes" é a aspiração máxima de todos os que lhe seguiram na Literatura Dedutiva e que, não raras vezes, lhe plagiaram os métodos e as manias.

 

  

Mais o Holmes autêntico continua a ser aquele que foi criado por Conan Doyle. Os elementos espúrios, acrescentados por estranhos, por muito divulgados que sejam, não merecem classificação de canónicos. Pelo menos, asim pensaram muito escandalizados admiradores que, desde cedo, tomaram sobre os ombros o encargo de restituir Holmes à sua pureza primitiva. No entanto para suprir as vestes falsas de que os despiram, passaram a pente fino o guarda-roupa autêntico, extraindo dos cinquenta e seis contos das quatro novelas escritas por Conan Doyle, tudo o que elas podiam dar para criar um Mito de corpo inteiro.A autêntica investigação sobre os destinos literários de Sherlock Holmes, complementando, de modo exemplar, o que, para todos nós significa a personalidade mítica do grande investigador.

"Elementar meu caro Watson"

Argumento para uma história de Sherlock Holmes, atribuído a Sir Arthut Conan Doyle.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

      
   

 

 

História

 

 

(o maior Detetive Particular do mundo), nunca existiu realmente e muito menos foi advogado. É apenas um personagem de ficção. Sir Arthur Conan Doyle, foi o criador de Holmes, filho de aristocratas irlandeses, que nasceu em Edimburgo, capital da Escócia, e faleceu na Inglaterra.

Viveu de 1859 - 1930. Foi em seu consultório, à espera de clientes, que Conan Doyle começou a relembrar seu ex-professor de Medicina, o Dr.Joseph Bell famoso cirurgião. Os escritores, na maioria, buscaram na vida real os modelos para seus heróis, e Doyle foi buscar inspiração nos seus tempos de universitário, na pessoa de seu velho professor. Em 1887 imaginou pela 1a. vez o personagem que o haveria de torná-lo conhecido em todo o mundo: O Detetive Particular, considerado pioneiro na arte da dedução e que na época ele ainda não havia pensado em um nome para o seu personagem. Somente depois de dois ou três nomes, Doyle optou pelo nome de origem Anglo-Saxônia Sherlock, o que significa "sagaz e astuto".

Foi com esse nome que Holmes se tornou uma lenda e seu nome um símbolo de inteligência, dedicação e persistência. Sir Arthur Doyle foi uma pessoa de múltiplas facetas: médico, escritor, pugilista, esquiador, campeão de bilhar, corredor de automóvel, inventor do capacete de aço, do salva-vidas, além de ser Detetive Particular nas horas vagas. O Dr.Bell também era requisitado pela polícia inglesa para descobrir os casos intrigados, pois, nas horas vagas, o seu hobby também era ser Detetive Particular.

O Dr.Bell era um cirurgião elogiado pela rainha Vitória (1820-1910). Assim como Sherlock Holmes foi o tipo mais famoso da ficção policial, baseada na ciência da dedução e de análise, o Dr.Bell foi talvez o mais brilhante mestre da observação, de sua época.

 

 

A vida de PINKERTON

É um nome muito conhecido no mundo inteiro, principalmente nos Estados Unidos. Está ligado a uma agência de investigações particulares, da qual ele foi o fundador. Em 1842, lá em Dundee, arredores de Chicago, ALLAN PINKERTON resolveu estabelecer-se como tanoeiro (aquele que faz ou conserta pipas, barris, tinas etc...). Ninguém teria predito tal futuro para o filho de um policial.

Trabalhou nesse ofício até que um caso o conduziu aos trabalhos de detetive. Descobriu pelos restos de uma fogueira, numa ilha, o paradeiro de um bando de criminosos que estavam sendo procurados. "Da noite para o dia, ganhou fama de grande detetive, reconhecendo sua oportunidade foi para Chicago e fundou a Agência Nacional de Detetives Pinkerton, onde seu lema era um olho bem aberto, e sob ele, a legenda -" "Nunca dormimos". Em poucos anos os Pinkertons, tornou-se a maior agência de detetives do continente Norte-americano.

A famosa "PNDA". PINKERTON'S NATIONAL DETECTIVE AGENCY". Aumentou mais ainda a fama da agência quando, Allan Pinkerton, indo no encalço de um bando de moedeiros falsos no inverno de ano de 1861, descobriu uma conspiração contra o presidente Lincoln. Sua agência realizou trabalhos de espionagem para a união. Em meados de 1870, os Pinkerton's destruíram o poder de uma das maiores e mais cruel sociedades secretas da Pensilvânia. A Molly Aguirres, que criavam conflitos nas regiões das minas de carvão.

Um dos melhores homens de Pinkerton tornou-se membro dela, permanecendo três anos, em constante perigo de vida - pois a morte era o castigo da traição - e, por fim, apareceu. Os primeiros Detetives Particulares no mundo a utilizarem a fotografia para seus fins foram, provavelmente, os Norte-americanos.

 

 

A vida de VIDOCQ

Foi, até 35 anos, uma série tumultuada de aventuras. Filho de um padeiro foi soldado, marinheiro, penitenciário (por ter espancado um oficial que lhe seduzira a namorada). 1.809 - As ruas de Paris eram campo de operações para as bordas de criminosos, pois as guerras de Napoleão afrouxaram os limites da sociedade, a onda de crimes atingiria Paris, seu ponto culminante. . O momento apresentara-se maduro para o aparecimento de um homem esperto - Eugene François Vidocq.

Passou na prisão, anos ao lado dos mais terríveis criminosos. Conseguiu, em 1799, levar a efeito sua terceira fuga da prisão aparentemente a última e que, durante 10 anos, passou a viver em Paris como negociante de roupas usadas. Durante todos esses anos, entretanto, seus antigos companheiros da prisão viviam ameaçando denunciá-lo, e Vidocq, tomou uma decisão: dirigiu-se a PREFECTURE DE POLICE e ofereceu-se para transmitir-lhes o conhecimento que, durante todo aquele tempo, sabia... Tudo que pedia em paga era que o libertassem da ameaça de prisão que pairava sobre a sua cabeça.

Para dissimular o papel que devia exercer, providenciaram contra ele, um mandado de prisão simulado. Vidocq instalou uma espécie de quartel general num edifício de Petit Rue Saint-Anne. Ele próprio escolheu os auxiliares. A princípio empregou 4, depois 12 e, mais tarde, 20 antigos condenados, os quais remunerava usando uma verba secreta. Num único ano, ele e seus auxiliares prenderam 812 assaltantes e trapaceiros em geral e limparam os covis de criminosos nos quais, até então, inspetor algum ousara entrar. Em pouco tempo a agência de Vidocq passou a chamar-se Sûrete(Segurança).

Vidocq colocava regularmente seus homens na prisão, por meio de mandados simulados, e tirava-os dali depois, também por meio de mandados frios. Obtinha deste modo, uma inesgotável fonte de informações. Vidocq exonerou-se do cargo em 1833, porque o novo prefeito de polícia, Henri Gisquet, não quis mais permitir que a força policial de Paris fosse formada por antigos condenados.

Assim, Vidocq tornou-se negociante, escritor e fornecedor de idéias para grandes romancistas.Cercado de admiração e de respeito embora consciente de ser desprezado por enorme multidão de inimigos.

 

 

A Agência Sherlock Holmes Consulting Detective , foi fundada em abril de 1980, sendo pioneira na Bahia no ramo da investigação particular. Foi a primeira empresa a ser registrada na Junta Comercial do Estado da Bahia (JUCEB) amparada de acordo com a Lei Federal 3099/57 e Decreto Federal 50532/61, com uma proposta de se firmar no mercado para suprir as necessidades desta área profissional. Junto com a Sherlock Holmes - Consulting Detective, fundou a Agência Montenegro & Paula, onde disponibiliza a sua experiência, talento, persistência e inspiração 24Horas por dia.

Através da alta tecnologia trabalhando em casos a distância, onde a Empresa ofereçe, via online, relatórios de posicionamento do caso ao cliente. A Agência Sherlock Holmes - Consulting Detective é altamente móvel e nossas operações registram 100% de clareza, trazendo uma rápida e assertiva conclusão ao caso.

No campo profissional combateu diversos profissionais que tentaram e forjaram provas contra mim, onde denunciou o Detetive ERALDINO SANTOS LOPES FILHO no Ministério Público e na Justiça Cível e Criminal por crimes de falsidade ideológica, ameaças e denunciação caluniosa, obtendo êxito em suas sentenças em todas as esferas, além de representar o então Delegado Dr. RUI PEREIRA DA PAZ, titular da Delegacia do 1º Distrito de Salvador - Bahia, por crimes de arbitrariedades praticados por ele, que à mando dessa autoridade, cinco policiais civís, invadiram a residência do referido detetive desprovidos do competente mandado judicial. Entretanto, verificou-se que tudo não passava de serviços prestados dessa Delegacia, em favor de seus desafetos, membros de um pseudo Conselho denominado de CONFIPAR , que figura no Estado da Bahia, como entidade de classe, que além de ser expúria, usurpa as atividades do verdadeiro Conselho dos Detetives do Brasil. Nesse caso, efetivaram denúncias improcedentes e levianas contra o Detetive, sem o devido respaldo legal.

Tal procedimento, é o mais justo e que dispõe A Agência Sherlock Holmes - Consulting Detective e o Conselho dos Detetives do Brasil, para fazer punir policiais autoridades e seus agentes - que por ventura abusem de nossos Detetives Particulares, frequentemente ofendidos nos seus direitos e liberdades assegurados pela nossa Carta Magna, ao que, o CDB, estará eternamente vigilante e não faltará o seu socorro aos seus Membros em qualquer parte do país. Também foram processados, Eraldino Santos Lopes Filho e sua trupe de vigaristas que compõe o pseudo CONFIPAR.

A Agência Sherlock Holmes - Consulting Detective, levantou  informações sobre o suposto Detetive ERALDINO SANTOS LOPES FILHO, onde montou um dossiê de seus crimes praticados nos seus 30 anos de investigação particular, encaminhado a diversas autoridades para tomar conheçimento de seus atos como detetive.

Continuamos firmes e forte e a todo vapor eternamente atentos a esses indivíduos que se dizem ser detetives e que deveriam ser expurgados de nossa sociedade.

“Sou um cérebro, Watson. O restante de mim é um mero apêndice”

                                                                                       Sherlock Holmes

 

Whats

 

logo

      Politica de Privacidade      Livro de Visitas     E-mail     ©    1986     2007 - Organização Sherlock Holmes  -  Consulting Detective

               ©2004 Organização Sherlock Holmes - Consulting Detective, direitos reservados. Fale com o Webmaster